Você pensa em aquecer piscina? É uma excelente ideia, principalmente porque será possível utilizá-la nas épocas de frio também. Além do mais, ficar imerso em águas quentes é muito relaxante. 

No nosso post de hoje, você saberá tudo sobre este assunto: quais são os principais métodos para aquecer piscina, as características da bomba de calor e os benefícios da água aquecida. Acompanhe a leitura!

Os principais métodos para aquecer piscina

É importante saber quais são as principais maneiras de ter uma piscina aquecida. Basicamente, existem cinco tipos de aquecimento: solar, elétrico, a gás, a lenha e bomba de calor.

Todos são eficazes em entregar o que propõem — aquecer piscina —, mas existem vantagens e desvantagens em cada um deles. Veja quais são elas a seguir.

Solar

Exige um equipamento complementar: a motobomba. É ela que fará a água circular e a levará aquecida para dentro da piscina e vice-versa.

O detalhe é que ele, obviamente, precisa do sol para funcionar por meio de placas coletoras. Então, a função “aquecer piscina” só funcionará durante o dia.

Elétrico

Funciona de forma parecida com um chuveiro elétrico. A temperatura pode ser controlada por um termostato.

O dispositivo aquece de forma rápida a água, mas gasta muita energia. Assim, o custo pode ser inviável, a depender do seu orçamento.

A gás

É o mais comum e utilizado em piscinas de clubes, academias e hotéis. Indicado para situações que envolvam uma grande quantidade e rotatividade de pessoas, pois aquece mais rápido, porém da mesma forma que o aquecimento elétrico você possui um alto consumo de gás, e consequentemente, um custo elevado, sem contar a necessidade de uma licença dos bombeiros para o uso do mesmo.

A lenha

Sim, ele existe e funciona como uma lareira mesmo! Inclusive, você precisa ter uma reserva de lenha para abastecer o reservatório.

O custo é baixo, mas dá mais trabalho, além de demandar espaço para armazenar toda a madeira utilizada. Meio antiquado.

Bomba de calor 

Esse é o que tem mais vantagens, pois funciona trocando o calor frio pelo quente, que é produzido no seu interior.

Ele também exige um equipamento complementar: a motobomba. É ela que fará a água circular e a levará aquecida para dentro da piscina e vice-versa.

O aquecimento é gradativo. Ou seja, a piscina é aquecida ao longo de um período, o que demanda pouca energia. Ponto positivo para o baixo custo da conta no final do mês.

Outra vantagem é que a piscina se mantém na mesma temperatura. A faixa ideal para uma residência é entre 27ºC e 29ºC. Isso significa que ela poderá ser utilizada a qualquer momento do dia ou da noite, sem espera ou surpresas desagradáveis.

As características da bomba de calor para aquecer piscina

O funcionamento da bomba de calor consiste basicamente em retirar o calor do ar e transferi-lo ao fluído refrigerante com o auxílio de um moto-ventilador e de um evaporador (radiador). O calor retirado do ar é transferido pelo compressor para o condensador que aquece a água da piscina. Será normal então observar que durante o funcionamento do Trocador de Calor, o ar que é insuflado pelo ventilador é mais frio que o ar do ambiente

O ar quente presente ao redor da bomba é capturado pelo mecanismo dela e levado para o contato com a água, que aquecerá aos poucos. É uma troca de ar frio pelo quente disponível no ambiente.

O aparelho vem com um sistema de degelo a gás quente, como os presentes em geladeiras, para impedir que ele congele. Existem modelos totalmente automatizados no mercado, em que você faz todo o controle por meio de painéis instalados diretamente no aparelho ou por um celular com acesso à internet.

É um sistema inovador, pois facilita o processo de aquecer piscina por meio da sua automação. Quando a água atinge a temperatura ideal, ele desliga sozinho e religa quando necessário.

É de fácil instalação e não precisa ficar protegido de sol ou da chuva, pois é projetado para resistir às alterações no tempo. Inclusive, tem proteção contra raios UV.

A nova linha Aquahot Black Edition da Nautilus, por exemplo, é indicada para todos os tipos e tamanhos de piscina. Ela oferece praticidade, conforto e economia, além da garantia de segurança para os banhistas. Um dos seus diferenciais é ser a única do mercado a possuir isolamento elétrico no condensador, protegendo a família e os amigos de correntes elétricas na água.

Os benefícios de ter uma piscina aquecida

Já falamos dos tipos de aquecimento de piscina disponíveis no mercado, das características de cada um deles e de qual consideramos o mais vantajoso.

Mas por que você deve ter uma piscina aquecida o ano inteiro?

Bom, os motivos são inúmeros. O mais importante deles, obviamente, é a diversão garantida em qualquer estação. Mas não é só isso. Também existem diversos benefícios à saúde, comprovados cientificamente.

  • reduz o estresse: a água quente diminui os batimentos cardíacos, o controla a respiração e acalma o corpo e a mente;
  • relaxa a musculatura: novamente, a água quente age dilatando os vasos sanguíneos e relaxando as articulações;
  • melhora a qualidade do sono: se uma chuveirada quente já faz você dormir melhor, imagine um banho em uma piscina aquecida?

Dica: instale a bomba de calor em um ambiente externo, longe de árvores e plantas que possam desfolhar em cima dela. Considere a utilização de uma capa térmica se quiser economizar mais ainda. Ela ajudará a reter o calor e, consequentemente, manter a sua bomba em funcionamento por menos tempo.

Agora que você já conhece a melhor maneira de aquecer piscina, pode começar os preparativos para instalar na sua e compartilhar este post com os seus amigos. Vamos lá?

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.