Manter a piscina limpa e pronta para banho o ano inteiro não é tarefa fácil. Um dos principais cuidados que se deve tomar é quanto ao tratamento da água. Para não errar, faça testes de água com assiduidade, use produtos adequados, realize manutenções frequentes e tenha um bom filtro para a piscina.

Geralmente, a dúvida é como escolher o equipamento ideal para suas necessidades e qual se adéqua melhor a cada tipo. Existe algum parâmetro para tomar essa decisão? Qual é o mais eficaz ou vantajoso? Preciso mesmo investir em um filtro para piscina?

Iremos responder a todas essas perguntas neste artigo. Mas sim, você precisa de um filtro para piscina pois ele sozinho já garante 50% de todo tratamento. Mas como existem várias opções no mercado, vamos apresentar algumas delas e te ajudar a escolher a que mais se ajusta à sua família.

Filtro para piscina

O que você vai ler neste artigo:


O sistema de filtração da água é tão importante para manter a piscina livre de impurezas insolúveis na água, que pode ser considerado o coração da piscina. Uma piscina com excesso de partículas em suspensão origina uma água turva.

Quando você liga a motobomba para a filtragem da água, ela suga a água através do skimmer ou ralo de fundo e a leva para o filtro, fazendo com que a água tenha de passar pelo elemento filtrante, que retém as partículas de sujeira que podem elevar a turbidez da água e reduzir a ação dos produtos químicos, antes que ela volte à piscina.

Escolha o filtro de acordo com o volume da piscina

  • Até 36.000 litros

Se você tem uma piscina pequena ou daquelas sem ralo de fundo e dispositivo de retorno; ou ainda não tem espaço para uma casa de máquinas, também precisa tratar a água. E sabemos que esvaziar e encher o tanque toda vez que for utilizar, é bem trabalhoso e pode sair caro.

Nestes casos, opte por filtros e motobombas portáteis. São tão eficientes quanto os demais e ocupam menos espaço. Alguns já vêm montados sobre carrinhos, o que facilita o transporte e manuseio e evita quedas. Além disso, não precisa se preocupar, a qualidade do resultado é a mesma dos filtros normais.

  • Acima de 36.000 litros

Aqui, você pode utilizar um modelo convencional, aquele instalado em um compartimento separado, mas que irá variar apenas no tamanho e capacidade de vazão e sucção. Um bom equipamento de filtração precisa ser à prova de corrosão, por isso dê preferência a tanques fabricados em polietileno rotomoldado, sem emendas.

O tamanho do filtro para piscina será definido a partir da capacidade dela, da largura, comprimento e profundidade. Ou seja, você precisará calcular o volume de água para buscar o tamanho adequado. A partir desse resultado, poderá identificar o tamanho apropriado para instalação.

Filtro para piscina e elementos filtrantes

O mais popular e conhecido de todos é o de areia. Ele funciona filtrando a água pela ação direta do mineral na água, retendo partículas de sujeira. Esse material é o responsável pelo real tratamento da sua piscina, o filtro é apenas a ferramenta.

Uma alternativa é o uso da zeólita, que tem a mesma função. A diferença é que esta tem uma porosidade maior em relação à sua areia, isso garante uma melhor filtração. Além disso, seu uso diminui a formação de cloraminas, que podem causar irritações de pele, por exemplo.

Uma curiosidade é que esse elemento filtrante é utilizado em reservatórios de cidades e funcionam bem até com grandes quantidades de água.

Existe também o filtro de cartucho ou de pano. Aqui a filtragem ocorre pela passagem da água através do tecido de poliéster. Esse cartucho precisa ser trocado anualmente e é de fácil instalação. A limpeza dele é necessária para que dure até um ano. Ela deve ser realizada semanalmente, aplicando-se jatos d’água nas fendas entre as pregas de tecido.

Cuidados com o filtro e principais funções

Na parte superior do filtro existe a válvula seletora com uma alavanca de regulagem, a partir de onde podem ser acionadas as diversas funções daquete modelo. São elas, filtrar, recircular, retrolavar, drenar, pré-filtrar e fechar. Todas são importantes e bastante utilizadas no dia a dia. A duração de um bom filtro para piscina é longa e pode chegar até 10 anos, se tomadas as devidas precauções.

A retrolavagem precisa ocorrer sempre que seu manômetro indicar essa necessidade. Quando isso acontecer, a pressão interna aumentará com o acúmulo de impurezas, e a água terá mais dificuldade de passar. Então, a areia precisa ser lavada para continuar agindo.

O tempo médio para um ciclo completo de filtração é de 6 a 8 horas e deve ocorrer diariamente. Por fim, preste atenção para não ligar o dispositivo com a alavanca na posição errada, pois uma vez ligada, não pode ser modificada.

Importante citar que por medida de segurança a aspiração, recirculação, drenagem ou quaisquer operações que impliquem em sucção da água jamais deverão ser realizadas com a presença de banhistas no interior da piscina..

Com todas essas dicas, com certeza fica mais fácil escolher o seu filtro para piscina. Aproveite e conheça a linha de filtros da Nautilus empresa com qualidade certificada pela ISO 9001!

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.