Quem não tem vontade de ter uma piscina em casa, hein? Seja no verão, para afastar o calor, ou no inverno, apenas para relaxar? É muito bom mesmo.

Mas será que é possível construir uma piscina mesmo com pouco espaço? Morar em uma casa com terreno reduzido não é um problema. Você pode ter a sua!

Basta calcular direitinho que cabe. Pense que pode ser um lugar aconchegante e intimista. Além disso, com a decoração certa, ficará perfeito.

Saiba mais!

Quais características o terreno precisa ter?

A primeira coisa que você deve pensar é se a sua área tem a estrutura para suportar o volume de água. Para isso, contrate um engenheiro; ele saberá avaliar o terreno e dar um parecer.

Também é preciso pensar se terá incidência do sol nela. O ideal é que sim. Então, tente posicioná-la virada para o norte, onde tem mais incidência de sol na maior parte do dia.

Sabendo que a área comporta o projeto, será preciso descobrir qual é o tipo de piscina mais adequado para o seu espaço. Isso significa não apenas escolher o tamanho ideal, mas o material no qual ela será construída, revestimento, formato, largura e profundidade.

Qual é o melhor material para construir uma piscina pequena?

Atualmente, existem quatro tipos de piscina no mercado: fibra, vinil, alvenaria e concreto armado. Cada um deles tem os seus prós e contras. Isso significa que você precisa conhecer todos para fazer uma boa escolha.

As produzidas em fibra de vidro são pré-moldadas e vêm prontas de fábrica. O problema aqui pode ser o formato, pois é interessante aproveitar bem o espaço disponível. Porém, ela tem um custo mais baixo que as outras e exige pouca manutenção.

Quando o material é vinil, já existem mais possibilidades de escolha, pois a base é feita de alvenaria e o vinil é o revestimento. Então, dá para usar a criatividade e até inovar. Nesse caso, você pode brincar um pouco mais com as cores e dar mais a sua cara ao espaço. Este é o mais indicado para uma piscina pequena.

A de concreto armado é a mais resistente. Aqui, você terá uma durabilidade maior, além de ter a mesma flexibilidade da anterior, podendo escolher o formato que quiser. A decisão do revestimento também é maior e a criatividade é o limite.

A piscina de alvenaria garante também durabilidade e possibilidade de personalização. Apesar disso, sua estrutura é menos reforçada que a de concreto armado.

E a profundidade?

Independentemente do material escolhido, a profundidade de uma piscina pequena deve ser considerável, pois apesar do tamanho, ela conseguirá proporcionar o mínimo de conforto.

O mais indicado é deixar com 1,15 m, pois facilita os mergulhos e não é funda demais.

Instalar alguns degraus de escada também ajuda, pois eles dão a sensação de que ela é mais profunda.

É possível complementar com acessórios?

Não é porque você tem uma piscina pequena que não poderá usufruir de tudo o que este tipo de lazer proporciona. Na hora de construir, pense também em acessórios que farão a diferença na hora de utilizar.

Por exemplo, você pode instalar uma cascata, rodeá-la com uma iluminação legal e incluir cadeiras confortáveis no entorno.

Outra coisa que agrega é deixar uma mesa ou instalar bancos altos perto da borda, para funcionar como um bar.

O espaço reduzido torna o ambiente mais aconchegante para a família, intimista para casais e seguro para crianças e idosos. Então, instale jatos de hidromassagem na piscina para ter um spa de vez em quando.

Você ainda pode instalar um sistema de aquecimento para utilizá-la o ano inteiro.

Uma piscina pequena dá trabalho?

Para fazer a manutenção de uma piscina pequena não tem mistério. Ela é igual às realizadas nas demais, só que utilizando uma quantidade menor de produto e, consequentemente, tendo um custo mais baixo.

Você ainda precisará se preocupar com limpeza química e física. Porém, ela será mais rápida. Uma dica é utilizar equipamentos automatizados, tanto para cloração e filtração da água quanto para medição de alcalinidade e pH.

Outro bom exemplo é na hora de aspirar sua piscina. Ao invés de passar horas curvado na borda e perder um tempo precioso com a família, você pode optar por um robô de limpeza. O processo é todo automático e ele coletará tanto resíduos maiores quanto menores.

Como você viu, é perfeitamente possível construir uma piscina pequena em casa. Inclusive, o custo é muito menor. Tanto na construção (materiais, mão de obra, equipamentos etc) quanto no uso (manutenção, limpeza, água, energia etc).

Para saber mais, dê uma olhada no nosso guia de construção de piscinas e tire todas as dúvidas sobre esse assunto!

[widget id=”media_image-17″]

Fique tranquilo! Com a Nautilus, você pode relaxar até aqui no nosso site. Pensamos em cada mínimo detalhe pra que você tenha uma experiência de conforto e bem-estar. É por isso que o nosso site passa por milhares de testes todos os dias na busca de brechas de segurança que eventualmente ameaçam o ambiente virtual com ataques reais de hackers.  Nós aqui nos preocupamos com isso e nos preparamos muito para evitar estas ameaças.